Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

2016

Dezembro 31, 2016

Nuvem

 

large.jpg

2016 foi com certeza o ano mais marcante da minha vida. Da nossa.

Não foi tudo bom. Porque não foi. As duas operações do M e o acidente dele acabaram por manchar um ano que tinha tudo para ser o melhor. Mas, acabou por o ser.

O casamento foi mesmo o melhor dia das nossas vidas. Mais de metade do ano foi passado a preparar tudo para aquele dia e, confesso, houve dias de muito cansaço... Quando somos nós a planear e a fazer tudo, desde lembranças a convites, acaba por dar MUITO trabalho.. Mas...Foi único ter ali todos. Todos. Ou melhor, todos o que era possível. Não é passível de colmatar a falta que fez lá a G. ou o avô do M. Mas, e não sabendo explicar nem como nem porquê, senti que estavam lá, na hora em que olhei para Nossa Senhora dos Milagres, a padroeira da capela. Eles estavam ali, de mãos dadas connosco.

Depois, em 2016, fomos campeões da europa de futebol. E, querendo ou não, gostando-se ou não de futebol, foi um momento único nas nossas vidas. Ainda hoje tremo ou fico emocionada quando oiço o relato do golo do Éder. Provámos que Portugal é muito mais que um país à beira-mar plantado.

A lua-de-mel foram também dias únicos. O México tem realmente uma cultura muito diferente da nossa mas boa. É fácil de respirar lá. Foi um descanso merecido que ambos precisávamos.

O vir viver juntos para a nossa Nuvem foi o passo que já precisávamos. Depois de 11anos de namoro, ou era agora ou não era. E tem corrido como esperado: muito bem. Complementamo-nos. Claro que já discutimos. Claro que já houve amuos. Mas em cinco minutos, já me esqueci!

Estou bem. 2016 foi um bom ano.

2017? Esperemos que nos traga agora a estabilidade. Precisamos agora da calma que este 2016 não nos deu. Precisamos de menos sobressaltos e menos sustos (o meu coração não aguenta!). Precisamos de dias de passeio. Precisamos um do outro. E isso temos ;)

Entrem em grande em 2017! E rodeiem-se das vossas pessoas! Isso é mesmo o melhor que podemos ter!

 

Do que se perdeu em 2016

Dezembro 29, 2016

Nuvem

15697268_1505500302811817_4021852113918937209_n.jp

 Este foi um ano em que perdi três pessoas. E não perdi por terem morrido. Perdi porque, simplesmente, quiseram ir andando para fora da minha vida. Isso não me incomodaria, caso eu tivesse feito algo para que isso acontecesse. Mas não fiz.

Duas delas acho que terão ficado chateadas porque não as convidei para o casamento. Mas, sejamos honestos. Não se pode convidar o mundo todo. E, entre ter as pessoas que realmente se importam comigo, e as ter a elas, que falam comigo três vezes no ano se tanto, sei que fiz a escolha acertada. Parece que agora é que se lembraram que queriam lá estar. Mas e então, de todas as vezes que eu precisei, onde estavam elas? Não estavam. E não as condeno, talvez eu não estivesse também. Afastámo-nos e é só. Mas quando agora tentei falar com elas para as parabenizar pelo aniversário, nem se dignaram a responder e ignoraram-me.

A outra, bem, a outra é uma história demasiada complexa, onde eu fui apanhada no meio de uma tempestade e ela não percebeu que eu só lá estava "de passagem", sem ter nada a haver com aquilo. Mas pronto.

O que me magoa é ainda me ignorarem. Porque sim, tentei falar com elas e perceber o que se passava (sim, sou mesmo burra.). E NENHUMA se dignou a responder-me. Acresce dizer que nenhuma das três se conhece. São de fases e de sítios da minha vida bem diferentes. Mas as três decidiram ir embora.

Eu demoro a aceitar. Tento perceber o porquê e compor as coisas. Mas tenho um limite. E hoje, cheguei lá. Demoro a tirar as pessoas da minha vida, mas se foram elas a querer seguir um caminho diferente, apago do meu mapa esse caminho. Para sempre. Demoro, mas quando é, é a sério.

Desejo-lhes o melhor. De verdade. Mas também desejo que nunca mais as encontre. Porque não as "vou ver".

 

O 1ºNatal de casados ☆

Dezembro 26, 2016

Nuvem

15747774_1502350946460086_3485622273758978304_n.jp

Tinha medo. Quando estamos tão habituados aos nossos hábitos, à nossa família, saber que vai ser diferente mete medo. Mas também sei que o meu marido é o melhor. E que faria tudo para que doesse menos.

Acabei por estar sempre com todos. Passámos a consoada com os meus avós queridos e pais (tão importante para mim!) e ainda fomos depois de os avózinhos irem para a cama a casa dos pais do Mi estar também com a família dele.

Ontem, almoçámos em casa dos pais do Mi mas com os meus e o meu outro avô lá também. E isto não tenho como agradecer. Sendo filha única, não faz para mim sentido deixar os meus pais.

Esta é mesmo a melhor prenda de Natal. Poder estar com todos. E, mesmo o Mi não sabendo, ele proporcionou-me o melhor Natal de sempre.

Espero que o vosso também tenha sido! :)

O que se lê aqui por cima #5

Dezembro 21, 2016

Nuvem

CAPA-A-história-de-nós-dois.jpg

 

Resumo: "Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.

Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.

Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara – a ponto de duvidar se deve se casar afinal.
Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou...
Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?"

 

Pronto, um livro bem "lamechas" desta vez ;) Mais uma vez, ebook gratuito, por isso há que aproveitar!

Mais um com uma leitura muito fácil mas que acaba por agarrar. E, interessante, o livro começa no final, ou seja, começa no "último" capítulo da história, sendo que depois é contado como se chegou ali!

Bonito de ler ...e grátis!

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D