Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Eutanásia

Maio 30, 2018

Nuvem

eutanasia.jpg

 Não tinha ainda expressado a minha opinião porque, confesso, estava expectante pelo resultado da votação de ontem. E, confesso também, é nestes dias que tenho (ainda mais!) vergonha dos políticos que nos representam.

Ninguém é obrigado a aceitar morrer, mas também ninguém devia ser obrigado a viver quando já não vive.

A minha avó definhou aos nossos olhos. Um tumor na bexiga, três vezes operado. Um tumor que se disseminou para os ossos. E que, a partir desse dia, tornou o sofrimento dela numa coisa inexplicável. Numa semana, deixou de andar pelo pé dela. As dores tornaram-se insuportáveis. A morfina deixou de fazer qualquer efeito.

Não conseguia dormir com tantas dores. Não conseguia descansar fisicamente. Mas muito menos psicologicamente. Em pouco mais de dois meses, deixou de ter noção de onde estava. Momentos (poucos) de lucidez faziam-na mostrar o desagrado por estar assim. Por não querer estar assim. Por querer partir e não poder.

Acabou por morrer poucos dias depois. Mal já nos conhecia.E nós não a conhecíamos a ela. Tão magra que era impossível mexer-lhe sem lhe partir um osso. Alimentada por sonda. E sem qualquer qualidade de vida.

Todos os que a amavam percebiam que era melhor partir. Por muito que doesse. Por muito que fossemos sentir a falta dela.

Isto aconteceu há 13anos atrás. Mas hoje, 13 anos depois, pensei que a mentalidade estivesse mais evoluída. Afinal, estamos pior do que há anos atrás. Porque agora tem-se consciência e não se faz nada na mesma.

Porque há coisas que o tempo não deixa esquecer❤

Maio 27, 2018

Nuvem

Devo ser das poucas pessoas que continua a ir visitar a minha escola secundária. E, não é por ter propriamente saudades da escola, porque a escola onde andei até ao 9ºano me marcou muito mais e me deixa muitas mais saudades.

Mas é pelos professores. Porque são meus amigos. São mesmo. E sinto falta deles e de, de vez em quando, voltar ali, ao pé deles, e sentir-me reconfortada.

No final desta semana fui até lá. E, não imaginam! A emoção deles ao ver-me grávida. Alguns deles conheceram-me e ao M. antes de começarmos a namorar, ou seja, acompanham desde o início...e sabem o que é isto? Uma família.

E não, não é uma escola pequena por ser aqui numa cidade do interior. É a maior escola da cidade. Onde há maus professores. Onde há professores frios e que nunca mais sem lembram de nós. Eu é que tive esta sorte e me cruzar com os melhores. De me cruzar com esta família. Esta família que o piolho irá conhecer e terá a sorte de ter tantos "tios"...que mimado vai ser

Pág. 1/7

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D