Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Qua | 16.05.18

De como uma pessoa consegue destruír o bom nome de um clube

Nuvem

thumbs.web.sapo.io.jpg

 

Aquilo a que se tem assistido numa instituição como é o Sporting Clube de Portugal é simplesmente incrível. E, mesmo sendo eu de outro clube, não posso deixar de lamentar. Lamentar como uma só pessoa consegue destruir anos de história.

Bruno de Carvalho é o único responsável. Quero acreditar que apenas moralmente. Mas é. Porque a forma como lidera, como age, faz com que inergúmenos não sejam racionais e não percebam que o amor a um clube não é isto. Não se compadece com tamanha violência. Com tamanha atrocidade contra jogadores e equipa técnica que lutam por bons resultados.

Quantos anos já estiveram sem ganhar nada? Alguma vez este tipo de fanatismo foi visto?...

A paixão pelo desporto não pode ser assim. Esta é uma daquelas paixões doentias que nunca acabam bem. E, agora, só se espera que os responsáveis sejam severamente castigados. Estará também na altura de Bruno de Carvalho revelar a (pouca!) humildade que lhe possa restar e perceber que se ama tanto o clube como apregoa, já não está a fazer o melhor por ele.

De resto, dizer que aqueles 50 não representam nunca a massa associativa do Sporting. E que o clube é muito superior a isto. Só tem de o demonstrar.

Qua | 16.05.18

Quando ainda consegue surpreender

Nuvem

Carolina-Deslandes-Alta-Definição.jpg

 

Já por aqui disse que sou uma fã do programa "Alta Definição". Há convidados que gosto mais do que outros, obviamente. Mas, normalmente, há sempre lições a tirar.

Esta semana foi a Carolina Deslandes. E, meus queridos, que ENTREVISTA!

Já gosto dela desde o "Ídolos", gosto imensamente da sua voz e da sua música. E, este sábado, passei a gostar dela enquanto pessoa. A respeitá-la ainda mais. A saber que pessoas assim é que fazem falta no mundo.

É supostamente uma "miúda", mas é uma senhora. Verdadeiramente uma senhora.

Parabéns Carolina! Grande história de vida, grande lição de humanismo, de simplicidade e de gratidão.

 

(vejam, se não viram! vejam mesmo!)