Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Sab | 23.10.21

A primeira vez nunca se esquece

Nuvem

Hoje, pela primeira vez, o Francisco não dormiu em casa. Foi a primeira vez, em mais de 3anos, que não dormiu aqui. Porque nunca foi preciso, e principalmente, porque ele nunca quis nem se sentiu preparado. A juntar a amamentação, nunca foi para ele opção. E sempre respeitámos isso. Por muito que houvesse dias muito cansativos e que os meus pais tentassem, ele nunca quis realmente. E respeitar o seu tempo foi sempre a nossa decisão.

Há dois dias disse à avó que queria ir dormir a casa dela. Depois de uma semana em que esteve doente e não dormiu (nem deixou dormir...) a minha mãe ficou feliz da vida e disse logo que achava que era a melhor altura, até para nós conseguirmos descansar uma noite que fosse! Confesso que, até ao último minuto, não acreditei que ele fosse.

Mas ontem à noite, com os avós a vir buscá-lo, preparou a mochila comigo super entusiasmado, pediu maminha antes de ir (essa parte não é para esquecer) e foi. Sem olhar para trás. 

Liguei há pouco para saber como tinha corrido e como estava...Acordou uma vez de noite a chamar por mim mas depois de se lembrar onde estava, voltou a dormir até de manhã. Diz que está feliz. E eu sei que sim. Diz que se portou muito bem, que já tinha tomado o pequeno-almoço e não se esqueceu de lavar os dentinhos!...

 

Quanto a mim, era 1h30 da manhã ainda estava às voltas na cama. É muito cansativo noites mal dormidas...mas não o ter aqui, não foi melhor. Sente-se um vazio aqui por casa ao qual, acho, nunca me vou habituar. Porque o caos que é ter filho, é mesmo o melhor caos do mundo. Mil preocupações, mesmo sabendo que estava com as melhores pessoas do mundo que o tratam tão bem ou melhor que nós  Esta foi a primeira do que sei que serão muitas. E fico feliz por ele estar a crescer a tornar-se num menino independente e bem resolvido. Sei, porque me lembro, que estas são noites sempre muito felizes e que guardamos para sempre no coração: adorava ficar a dormir nos meus avós e todo o amor que recebia deles. Mas...o coração de mãe nunca está totalmente descansado pois não?

 

Esta foi a primeira vez. E a primeira vez nunca se esquece

2 comentários

Comentar post