Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Sex | 20.09.19

Desafio de escrita dos pássaros #2

O amor e um estalo

Nuvem

21555333_ZvqOU.jpeg

- Bateu-te outra vez? – era a segunda vez que via Carolina nessa semana. E era a segunda vez que a via com óculos escuros e a cara magoada.

- Já não sei o que fazer… Ao início éramos tão felizes. Deixei tudo por ele. Amo-o mais do que tudo. Mas agora, por qualquer coisa, enerva-se. Acho que deve ter problemas no trabalho e não me conta porque não me quer preocupar…

- Carolina. Abre os olhos. Estás a ser vítima de violência doméstica. Estás constantemente a sofrer abusos físicos. E não interessa se ele está com problemas, tu não tens culpa disso! Por favor, eu vou contigo fazer queixa e podes ficar comigo em minha casa. Sabes que te adoro e somos amigas há muitos anos. Não posso compactuar com esta situação.

- Oh Maria… eu amo-o. Eu não posso deixá-lo. Apesar de não entender o porquê de ele me fazer isto, acredito que é uma fase menos boa da nossa relação que vamos conseguir ultrapassar. Não o posso abandonar…. – Maria já estava a chorar. Sabia que no fundo a amiga Carolina tinha razão. Mas aquele homem era o homem da sua vida.

- Carolina, sabes que já morreram quase 20 mulheres vítimas de violência doméstica, este ano, só em Portugal? Não posso deixar que qualquer dia faças parte deste número!!!

- Eu sei. No fundo eu sei… mas como posso deixá-lo? Afastei-me da minha família por ele, afastei-me dos meus amigos por ele… e, apesar de tudo, continuo a amá-lo.

- Eu vou contigo fazer queixa. E faremos de tudo para que ele não se volte a aproximar de ti. Sabes que, como advogada, irei ajudar-te em tudo. Estou aqui como sempre estive.

 

Maria deu-lhe a mão. Também ela chorava agora. Já lidara com muitos casos destes mas ser uma das suas melhores amigas não a deixava indiferente.

Levantaram-se e caminharam em direção à Policia. Para Maria, seria o apresentar de uma queixa em nome da cliente. Para Carolina, seria um passo para mudar o seu rumo. Para não ser a próxima manchete das notícias. 

16 comentários

Comentar post