Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Qui | 31.12.20

Deste 2020...

Nuvem

3608c4e2975f256aa63f5dfa301d49ec.png

Quando, no último dia de 2019, escrevi que tinha sido um ano horrível com várias perdas, estava longe de imaginar que 2020 iria superar. Que 2020 iria ser um ano terrível para todos.

 

Acho que não há um resumo adequado para descrever um ano que poucas saudades deixará. Um ano em que tantos partiram, em que vi o meu pai sofrer um dos seus maiores desgostos ao perder o pai dele. E ver um pai sofrer desta maneira... é difícil.

 

Mas também foi um ano de aprendizagem. Um ano em que aprendemos ainda mais a importância de um beijo, de um abraço...e que difícil é não poder abraçar e beijar a minha avó há mais de 9meses. 

 

Mas acredito. Acredito muito que vou voltar a abraçá-la a ela e a todos em breve, sem medos. Sem sentimento de culpa.

 

2020 foi muito mau. Mas também nos mostrou que, de um momento para o outro, tudo muda. O que é hoje, amanhã pode não ser. A noção de liberdade que tínhamos por garantida, de repente alterou-se e vimo-nos reféns de um vírus desconhecido.

 

Mas não foi tudo mau. No meio de todo este turbilhão de emoções, tivemos dias incríveis com o Piolho. Vê-lo crescer feliz e saudável será sempre a maior vitória, todos os dias. Fez 2 anos. Dois anos deste amor que não cabe em lugar nenhum do mundo! Está incrivelmente grande e às vezes é difícil acreditar que o meu bebé já é tão crescido!

Tenho uma família incrível que agradeço todos os dias e só peço, honestamente, tê-los comigo bem.Só isso!

 

Por isso, 2020 ficará na história. Não sei se transformou as más pessoas em boas. Não sei se mesmo ele teve essa capacidade...mas, se tiver servido para que vejamos o que realmente importa, então já valeu apena.

 

2021. Esperamos-te ansiosamente. Como nunca nenhum foi esperado.

2020, não posso dizer que tenha sido um prazer. Mas podes ir. Já deixaste a tua marca. Agora, está na hora de ires e levares tudo o que trouxeste, principalmente o mau!

De nada...