Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Qua | 29.01.20

Do triste que são certos comentários

Nuvem

Estamos em casa desde domingo. O Piolho piorou e tivemos de ir à Urgência. Nada de muito grave, mas muita febre, falta de apetite e muita tosse que não permitem mandá-lo para a creche assim (nem o meu coração aguentava).

E isto fez-me pensar na polémica que se gerou a semana passada quando foi anunciado que as baixas por assistência médica aos filhos iam passar a ser pagas a 100% e que as mães/pais se iam aproveitar disso...

 

Não sei como é capaz alguém de pensar tamanha barbaridade. Ver os nossos filhos doentes é a pior coisa que pode acontecer. Estou há três dias em casa com ele e só queria poder ir trabalhar. Era sinal que ele estava bem, que estávamos os dois. Ver o meu filho doente e eu não poder fazer nada é uma sensação de impotência tão grande que jamais poderia pensar em brincar com isso. Mas sabem o quanto estou desgastada? O quanto cansa noites sem dormir, dias com ele sempre a choramingar, sempre inquieto, sempre triste? O quanto é cansativo passar quase uma hora para lhe dar alguma comida quando em circunstâncias normais não dou vazão às colheres para a boca dele?

 

Não sei quem são as mulheres (que a maioria desses comentários são feitos por elas!) que são capazes de dizer isto. Mas com certeza, nunca foram mães.

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.