Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Ter | 07.09.21

O Luto de uma vida🖤

Nuvem

Ando há uns dias para escrever sobre isto mas, confesso, por vezes falta-me a coragem. Porque é o tema que mais me arrepia, o que me deixa sem chão. Este é, sem dúvida, pior pesadelo de qualquer pai, de qualquer mãe.

naom_61369a0526d73.jpg

A ACREDITAR (Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro) lançou esta quarta-feira uma petição pública que propõe o alargamento do período de luto pela perda de um filho para 20 dias. Não é concebível na minha cabeça que um pai que perde um filho, ao fim de 5dias, tenha de ir trabalhar... penso que será a maior dor do mundo que, infelizmente, só quem passa sabe.

Já visitei a ACREDITAR, em cooperação com um desejo da Make-a-Wish, e eles fazem um trabalho incrível. Mas, acima de tudo, eles presenciam a dor dos pais de quem a luta se perde. Eles sabem, melhor que ninguém, o nível de impotência que se sente quando vemos pais a definhar por verem partir os seus filhos e não podermos fazer nada para atenuar essa dor.

Se 20 dias chegam? Não. Será, como diz o slogan da petição, um luto para a vida. Nunca se recupera totalmente da morte de um filho. Mas, 20 dias são sempre melhor que 5. 

Neste momento, a petição conta já com mais de 40 000 assinaturas, mas, se vos fizer sentido, acho que devem assinar. Ainda ontem, e porque o meu trabalho também é estar em contacto com esta realidade, recebemos um caso de uma menina de 20anos que, de um dia para o outro, descobre que tem todo o seu corpo metastizado. E, mesmo não a conhecendo,não consegui conter as lágrimas. Caramba, 20anos.

 

Em Portugal, anualmente, são diagnosticadas cerca de 400 crianças com cancro em Portugal. Mas, um filho não deixa de o ser quando já tem 18/20 anos. Um filho é para toda a vida, tal como a dor de o perder.

 

"Não há nome para um pai que perde um filho e não há tempo para esse luto"