Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Qua | 02.06.21

O que se lê aqui por cima #52

Nuvem

0346de_9021bf13bb414d389860b33148cc1490_mv2.png

 

 

Resumo: "Sarah é uma garota inteligente que nunca se envolveu com ninguém.
Antes de ir para a faculdade, ela fez um acordo com seu melhor amigo Leo: se num ano nada mudasse, eles perderiam a virgindade um com o outro quando ela voltasse para casa.
Com a aproximação das férias, Sarah percebe que Leo está muito ansioso esperando a sua volta, fazendo desconfiar que o amigo pode ter mais sentimentos por ela do que seria permitido. Com medo de estragar a amizade, Sarah decide perder a virgindade antes de reencontrar Leo.


O estudante de astronomia Nathan Cole é rico, bonito e de uma família importante. Porém, é um total mistério porque ele nunca se envolve com ninguém. Até Sarah James entrar no seu caminho, pedindo-lhe que lhe tire a virgindade.
E para surpresa de Sarah, Nathan não só aceita, como lhe propõe que fiquem juntos por dois meses num acordo de sexo sem compromisso.
Porém, a vida é feita de infinitas possibilidades, mesmo quando o acordo é nunca se apaixonar."

 

Às vezes preciso mesmo de ler livros ligeiros. Livros que são "básicos", mas que são fáceis de ler. Porque preciso de ler mas nada demasiado complicado. E encontrei este, um e-book grátis, relativamente pequeno, mas que me chamou a atenção pelo título - "As infinitas possibilidades do Nunca". Costumo muitas vezes dizer que nunca devemos dizer "nunca" e que não sabemos o dia de amanhã. De um segundo para o outro, o destino, o universo, troca-nos as voltas. Ou então nós mesmos com as decisões que vamos tomando.

 

Por isso, e apesar da ligeireza do livro, gostei. É muito ao estilo da coleção do "After" e enfim, com algumas coisas parvas, mas prendeu-me. Li em dois dias. E fez-me voltar à leitura, por isso, valeu apena! E tem um final fofinho 

 

A verdade é que o futuro é incerto e que, quando menos esperamos, a nossa vida pode mudar. O universo é um grande enigma. No fundo, "somos todos feitos de estrelas"...e as estrelas tanto brilham como desaparecem!

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.