Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Dom | 17.10.21

Ser feliz no trabalho..ou não

Nuvem

Gosto muito da minha profissão. Apesar de não ser a minha primeira escolha enquanto era aluna de secundário, rapidamente se tornou num caso de amor. Gosto muito do que faço.

Dou tudo de mim em cada dia. Gosto de fazer bem tudo. Gosto de sentir que o meu trabalho contribui para ajudar a saúde de todos os utentes que por ali passam.

Mas, há já algum tempo, que não me sinto feliz e realizada. Porque a equipa com quem trabalho, que me foi desiludindo pouco a pouco, deixou-me com pouca vontade de ali estar. Deixou-me com pouca vontade de fazer o esforço de todos os dias, ter de fazer 40Km para cada lado.

Claro que me sinto muito grata por ter trabalho no que gosto. Claro que luto todos os dias para ser melhor profissional. Mas a verdade é que não estou feliz. A verdade é que não sinto que possa ser eu própria lá. Porque não me quero dar mais aquelas pessoas. Porque tenho de representar ali, e detesto. Para mim, aquilo poderia ser quase uma segunda família. Só que não é, e custou-me e magoou-me admitir isso para mim mesma. Aquelas pessoas são minhas colegas, não minhas amigas (há exceções, mas a grande maioria!)... O não poder dar uma opinião por saber que não vale apena se for contrária, o saber que não posso falar abertamente sobre alguma coisa porque provavelmente vou ser criticada. A constante pressão para acabar com a amamentação...

 

Tenho ponderado muito em mudar de vida. Em tentar vir para a minha cidade. Mesmo que para isso tenha que deixar de fazer o que gosto... a minha sanidade mental é importante e não quanto mais tempo irei aguentar.

Porque a verdade é que sinto que poderia ser feliz a fazer outras coisas...

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.