Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

08.11.20

Sábado Perfeito❤️

Nuvem
Seguramente, há mais de um ano e meio, que não tínhamos um sábado passado exclusivamente em casa: ou porque temos de ir às compras, à praça municipal, aos avós, a visitar alguém...enfim, nunca conseguimos passar um sábado inteiro em casa.     Ontem, e porque o tempo também não convidava a sair, decidimos que ficaríamos em casa. Decidimos também que dedicar-nos apenas e só a brincar com o Piolho. Com o som da primeira lareira acesa deste ano, passámos o dia numa (...)
19.10.20

Perdemos-te.

Nuvem
Desculpem estes dias mais afastada. Mas precisei de me afastar. De respirar.   Perdemos o meu avô. Ao fim de 16anos de luta, partiu para, espero, estar mais em paz.   E dói. Mas dói mais ainda ver a tristeza no olhar do meu pai. Um olhar de quem acaba de ficar órfão. De quem já não tem pai nem mãe. De quem sente que a vida tal como a conhecia, nunca mais será a mesma.   E, de verdade, ninguém nos prepara para ver os nossos pais sofrer. Ninguém nos prepara para, nestes (...)
14.08.20

Será com certeza tarde demais...

Nuvem
O meu avô está numa Unidade de Cuidados Continuados. É doente oncológico há mais de 15 anos. Com várias intervenções  cirúrgicas pelo meio e com uma força gigante que sempre demonstrou, por agora, não há mais nada que se possa fazer, a não ser tentar atenuar a sua dor. É triste, dói, mas é a verdade. Está numa condição que precisa de cuidados permanentes, apesar de ainda ser autónomo. Todos sabemos que esta doença deixa marcas psicológicas. Que estes doentes (...)
30.03.20

Respirar

Nuvem
Acho que o principal problema, neste momento, de quem já está fechado há mais de 15dias em casa, é o conseguir respirar. Parece que o ar é pesado, parece que tudo começa a ficar mais triste. Começam os ataques de ansiedade. Começa a ser difícil controlar os nervos.   Ontem fomos para o meio do nada. Saímos de casa pela primeira vez de carro e fomos para um terreno distante e vazio. Só com o som dos passarinhos e da água que corre mesmo ao lado. Levámos uma bola para o (...)
27.02.20

Há lugares que são sempre nossos ♥

Nuvem
Vivo na cidade desde sempre. Mas faço questão de ir aos meus avós, na aldeia, quase todas as semanas. Inexplicavelmente, é ali que me encontro. É ali que, mesmo que tenha muitos problemas ou preocupações, esqueço tudo. É ali que respiro ar puro e consigo recarregar baterias para o resto da semana. Ali, não sou a adulta cheia de coisas apra fazer. Ali, serei sempre a menina. E, às vezes é tão bom ser sempre pequenina... Por isso, faço questão que o Piolho também vá, desde (...)