Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

19.01.23

O meu avô faz anos

Nuvem
O meu avô. Já aqui falei dele algumas vezes. Porque é tão importante na minha vida. Faz anos hoje. 87.  Meu querido avô. O Alzheimer começa a dar o ar da sua (des)graça. Tolda-lhe a memória, o pensamento. Só não lhe tolda o amor que sempre teve por nós e que sempre o tornou especial. Por vezes, já lhe sinto a falta. Porque, em muitas ocasiões, já não é o meu avôzinho que ali está. Está com olhar distante, perdido num vazio onde ele vê coisas que nós não somos (...)
21.10.22

Saudade

Nuvem
Não se desfaz. Não diminui. Não desaparece. Vai corroendo, vai magoando. Vai deixando um rasto de destruição, mesmo que devagarinho, mas cada dia é mais um dia. E aumenta. Só aumenta. Não é letal..é pior. Porque vai deixando a sua marca ao longo dos muitos anos que possamos viver com ela. Vai continuando a moer todos os dias. E, à medida que vamos perdendo mais pessoas, ela só consegue aumentar a sua área de exposição, deixando o nosso coração com pouco espaço para (...)
20.09.22

Parabéns...

Nuvem
Parabéns. Hoje, mais um ano que passa do teu aniversário. Mais um ano que penso em ti e em como continuas a fazer tanta falta. Em que gostava, e queria, tanto que estivesses aqui para poder partilhar esta minha felicidade contigo. Estes meus dois príncipes que, não te conhecendo, vão sempre saber quem tu foste e és na minha vida. Quem vais ser sempre, porque este amor que me une a ti nunca vai deixar que saias da minha vida   Muitos parabéns. Hoje é pizza. Nunca será tão boa (...)
24.07.22

20 anos.

Nuvem
Saudade. 20 anos depois, permanece a imensa saudade. Tenho 32. E passam 20 desde a última vez que te vi. Desde o dia em que, sem saber, me despedi para sempre. 20 desde o dia em que partiste. Até hoje, o dia mais triste da minha vida. Até hoje, o dia mais dilacerante e fraturante da minha vida. Nesse dia, percebi que só o amor é para sempre, bem como a saudade. Tudo o resto, num instante, podemos perder. E, aos 11anos, foi difícil de encaixar, de perceber "porquê ela?".    Nunca (...)