Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

06.06.21

8 anos depois

Nuvem
Hoje . 8 anos desde que entrei pela primeira vez no hospital. Todos os dias tento lembrar-me da felicidade daquele dia, principalmente em dias que estou mais triste mais desmotivada. Naquele dia, tinha todos os sonhos do mundo. E, principalmente, tinha a esperança de conseguir aquilo que nunca sonhei: poder trabalhar ao pé de casa. Sim, inclui uma viagem de 40Km para cada lado. Mas...foi isso que me moveu para trabalhar naquela altura de forma voluntária.    Oito anos depois, sei que (...)
27.07.20

O regresso...

Nuvem
Hoje. Regressamos hoje à rotina habitual. Confesso que não é nada fácil, até pela forma como me sinto aqui desde que tudo isto da pandemia começou... Tento que as coisas boas prevaleçam e, apesar de tudo, dar graças por ter um trabalho que gosto do que faço. Uma vez disseram-me que os colegas de trabalho não tinham que (...)
06.06.20

7 anos de hospital

Nuvem
Faz hoje 7anos que comecei a trabalhar no Hospital. A minha vida mudou muito desde então. Para melhor! Comprámos a casa, casámos, engravidei, nasceu o Francisco. Foram de certeza os melhores anos da minha vida. Faço o que gosto e isso não tem preço. Principalmente numa altura em que nem o que não gosta muita gente consegue fazer.   Mas nunca, como agora, estive tão desiludida com as pessoas com quem trabalho.... Porque nos piores momentos, as pessoas revelaram-se. E a (...)
21.05.20

Dias menos bons

Nuvem
Andamos desaparecidos mas não fomos embora... Têm sido dias difíceis no trabalho, pela falta de humildade e de as pessoas não verem mais do que o seu próprio umbigo. Não se porem no lugar do outro... Honestamente, já não devia mexer comigo mas confesso que mexe e me deixa muito desiludida e triste... acaba por afetar o meu sono (basicamente não durmo!) e também como menos (as calças começam a cair...). Vamos ver se consigo ser "crescida" e deixar que isto não me afecte!   O (...)
06.03.19

Amanhã

Nuvem
Amanhã regresso ao trabalho, quase um ano depois de ter ficado em casa. Amanhã, volta a rotina de levantar (muito!) cedo, de fazer 40Km de viagem para cada lado. De ouvir rádio logo de manhã e à tarde. Amanhã, deixo de almoçar tranquilamente com o M. e passo a almoçar com no stress do "tanta coisa para fazer" com mais 5/6pessoas. Amanhã, volto ao "antes". Mas nada é como antes. Agora, há um amor maior à minha espera para voltar. Agora, há um amor maior em que penso a toda a hora. Ag (...)